Carregadores de Bagagens de Transportes Rodoviários de São Paulo

gallery/logo-carregadores
gallery/50anos

oferecemos conforto, segurança e comodidade aos seus usuários.

gallery/home-bemvindo

   O serviço de Carregadores de Bagagens de transportes Rodoviários de São Paulo existe há mais de 60 anos e nasceu com o surgimento das empresas de ônibus na década de 40.

    Na época não existia Terminal Rodoviário e os embarques e desembarques eram efetuados próximos às agências de ônibus na região central de São Paulo: Avenidas Rio Branco e Ipiranga e na baixada do Glicério. Cada empresa de ônibus tinha seus próprios carregadores de bagagens que prestavam serviços para a empresa sem vínculo empregatício. Trabalhavam a troco de gorjetas dadas pelos usuários das empresas.

   No fim dos anos 50, início dos 60, o transporte de passageiros deixava as ferrovias sendo substituído pelo transporte rodoviário.

   Em 25 de Janeiro de 1962 foi inaugurada a Estação Rodoviária, construída pelos empresários Carlos Caldeira Filho e Octávio Frias de Oliveira na Praça Júlio Prestes começam a surgir hotéis no seu entorno e junto à Praça Princesa Isabel, neste mesmo ano foi criada a Associação dos Carregadores de bagagens com 53 sócios.

   Com a criação da Associação, os carregadores estavam liberados para atender as demais empresas.

   O Presidente da associação, Sr. Pedro de Oliveira elaborou um livro de contribuições chamado Livro de Ouro, em que as empresas de viação assinavam dando uma ajuda financeira para início das atividades dos Carregadores, ou seja, à compra dos próprios carrinhos.

   Para trabalhar no Terminal Rodoviário os Carregadores pagavam diariamente uma taxa para a administração do Terminal, todos os casos e reclamações eram encaminhados à mesma que tinha certa autonomia para interferir nos serviços.

   Em 1963 por orientação e ajuda do Deputado Federal Fernando Mauro e com os mesmos 53 sócios, foi fundado o Sindicato dos Carregadores de Bagagens, precisamente no dia 31 de Dezembro de 1963, sendo Fundador e Presidente o Sr. Pedro de Oliveira.

   O primeiro endereço do Sindicato foi dentro do Hotel Colonial em quarto cedido pelo seu proprietário e em seguida passou para o Hotel Prata na Av. Rio Branco, depois um apartamento na Rua dos Andradas e posteriormente na Praça Julio Prestes.

    Em 1982, no dia 8 de maio, foi inaugurado o Terminal Rodoviário do Tietê,
com a inauguração do Terminal Tietê e a desativação da Rodoviária Julio Prestes, muitos olharam com espanto quando, na noite do dia 7 de Maio e madrugada do dia 8 de Maio 1982, os carregadores transportaram seus carrinhos a pé da Rodoviária Júlio Prestes até o Terminal Tietê.

   Em 28 de Janeiro de 1988 foi inaugurado o Terminal Rodoviário Bresser e no dia 20 de Dezembro de 1989 o Terminal Rodoviário da Barra Funda, que surgiram para desafogar o movimento do Terminal Tietê, ambos desde o seu primeiro dia de funcionamento contaram com os serviços dos Carregadores de Bagagens.

   O Terminal Bresser foi desativado em Dezembro de 2001.

  Com a inauguração dos Terminais Rodoviários de Osasco, Santo André e São Bernardo do Campo, todos contando com serviço de       Carregadores de bagagens, surge a oportunidade de outro serviço dentro do segmento de bagagens: O “Guarda Volumes”.

   À medida que os carregadores ampliavam sua área de atuação, o mesmo acontecia com o quadro de associados que em 1996 já contava com 177 carregadores, número que se mantém até hoje.

   Com excelência em prestação de serviços no segmento de bagagens e cargas, o sindicato dos Carregadores já atuou na extinta Rodoviária de Guarulhos, atuou também em Feiras e Eventos de âmbito Nacional e Internacional nos pavilhões da Expo Center Norte, Centro Têxtil, Anhembi e Imigrantes entre outros.

   Hoje o Sindicato possui sede própria localizada na Rua Maria Prestes Maia, 447, no bairro de Vila Guilherme em São Paulo.

   O serviço é conhecido e respeitado em todo o Brasil e no Exterior.